Sobre a Loucura dos loucos ago11

Sobre a Loucura dos loucos

Talvez nenhuma palavra em toda a literatura mundial tenha tão vasta galeria de adjetivos, significações, menções e estudos do que Loucura, esse produto da natureza humana de conteúdo dúbio que provoca tanta dor e sofrimento e também manifestações de alegria e êxtase. Tanto é que o Teatro, a representação da vida no palco, foi por quase toda vida, desde a Grécia antiga, dividido em tragédias e comédias, ou seja, humor e dor. Apenas mais recentemente é que se passou a utilizar a palavra drama como narrativa de nossas existências.  Não é por coincidência que duas obras máximas da literatura mundial, Hamlet e Dom Quixote,...

Vai que é tua, Bolsonaro! jun24

Vai que é tua, Bolso...

Finalmente chegamos ao pavoroso número de 500.000 mil mortes de Covid-19, cumprindo a primeira etapa da meta tão ardorosamente perseguida pelo Presidente Jair Bolsonaro e seu governo, nesses quase 500 dias de agonia e horror. O mundo todo sabe que Bolsonaro tomou todas as medidas...

A Peste Bolsonarista jun08

A Peste Bolsonarista

William Shakespeare estava certo, quando disse, em Hamlet, que: “As desgraças nunca vêm sozinhas, mas aos batalhões”, confrontando o ditado popular de que “Um raio nunca cai duas vezes no mesmo lugar”. Cai, sim! Já que dois deles, terrivelmente mortais, de nome Coronavírus e...

A Sociedade da Terra Plana set23

A Sociedade da Terra Plana

Peço emprestado a primeira e poderosa frase da Constituição brasileira: “Todo poder emana do povo e em seu nome será exercido” para trocar a palavra Povo, pela palavra Incauto e, assim fazer uma paródia, uma brincadeira que, acho, torna mais perceptível à real situação do Brasil nesse momento. Portanto, a frase ficaria assim: “Todo poder emana dos “incautos” e em seu nome será exercido…”. Perdão pela ousadia, a nossa Constituição não tem nada a ver com isso, mas é porque a burrice tomou conta do país. A imbecilidade se espraia pelo ocidente, mas é aqui, no Brasil, onde ela encontrou terreno fértil para...

Que Vergonha, Tio Sam set23

Que Vergonha, Tio Sam

O Século americano parece estar passando. Enquanto a economia da China cresce, a dos EUA desce. Já não há mais dúvida de que o eixo de poder está se deslocando para o extremo oriente. O crescimento da China é assustador e irrefreável. Já a descida do colosso americano tem o dedo de Donald Trump, o fanfarrão dono de cassinos, o pior presidente que o país já teve. Esse semeador de ódio e discórdia está massacrando a superpotência. No momento em que escrevo, oitenta e um cientistas americanos laureados com o Prêmio Nobel de física, química e medicina repudiaram sua política e declararam apoio ao candidato democrata. Eles...