Representai bem o papel de homem nov16

Representai bem o papel de homem

Não há nada mais frustrante, deprimente, desolador e vergonhoso do que a inação, a indolência, a preguiça, esses poderosos combustíveis geradores de pobreza e mediocridade. Quando os cristãos puseram a Preguiça entre os Sete Pecados Capitais ao lado da Luxúria, Ira, Gula, Soberba, Inveja e Avareza, eles sabiam o que estavam fazendo. Ao convivermos, enfrentamos ambientes em que o desleixo, a indolência, a ociosidade e, principalmente, a indiferença predominam – dão o “tom da música” –, sentimo-nos pequenos, fracos, desolados, despidos e entristecidos diante da ausência do espírito que deveria impregnar todo ser humano:...

Cem anos do Fim da Primeira Guerra Mundial nov11

Cem anos do Fim da Primeira Guerra Mundial

(Os Apóstolos da Paz) Em agosto de 1898, o Czar da Rússia, Nicolau II, surpreendeu o mundo ao propor uma conferência de desarmamento entre as grandes potências. Imediatamente um exército de pacifistas apresentou-se e começou a trabalhar pela paz. Os guerreiros mais aguerridos foram a baronesa Von Suttner e o respeitado jornalista William T. Stead. A Europa vivia a chamada Belle Époque, um período de paz e prosperidade, que começou em 1871 e que duraria até 1914. Havia uma crença na virada do século XIX de que a humanidade chegara ao ápice de suas realizações e que tudo de bom e útil já fora inventado. Afinal, tínhamos...