A Praga dos Anos Vinte – Democracia Acuada jan09

A Praga dos Anos Vinte – Democracia Acuada

A Democracia enlouqueceu! Os Anos Vinte – do século vinte – os anos entre as duas guerras mundiais, parecem estar de volta! Estou falando da desgraça que se abateu sobre as nações no fim da segunda década do século passado: o nascimento, proliferação e consolidação do autoritarismo, das ditaduras, o chamado Fascismo. A era de Benito Mussolini, Josef Stalin e Adolf Hitler, três figuras sinistras que fizeram escola no mundo naquele período. Pois muito bem, essa Era – estou falando da fase de iniciação, anos vinte – está de volta e, pior, disfarçada, mascarada. É o que está me parecendo! E, coincidentemente agora no...

Faroeste Virtual dez23

Faroeste Virtual

O termo, em língua inglesa, “Far West”, que significa extremo oeste, oeste distante, virou a palavra Faroeste, em português! E Faroeste, ou Western, virou um gênero cinematográfico, produto de Hollywood, e um dos estilos mais poderosos do cinema americano – para muitos críticos, trata-se do “cinema americano por excelência”. Estilo que povoou nossa infância, nossas vidas, com milhares de filmes e séries, na televisão e no cinema, estrelados por John Wayne, Clint Eastwood, Burt Lancaster, Henry Fonda e os italianos do Western Spaghetti: Giulianno Gemma, Terence Hill e muitos e muitos outros! Os filmes de faroeste, ou filmes...

No Ritmo do Algoritmo set30

No Ritmo do Algoritmo

A humanidade está vivendo – ou ‘dançando’– sob o ritmo do Algoritmo. É o algoritmo – no Vale do Silício – que dá o ritmo das nossas vidas nos subterrâneos do mundo virtual, das Redes sociais, as grandes produtoras de calúnias. São manipulações e mentiras oriundas da esgotosfera, o mundo dos hackers  –  os pistoleiros do século XXI –, os atores principais desse lamentável espetáculo que a humanidade está vivendo! Dessa nova era em que a mentira é a grande catalisadora. Uma era que começou no fim do século XX, mas que ainda não tem um nome! Vamos ver como é que os historiadores vão denominá-la no futuro!...

Complexo de Harvard maio28

Complexo de Harvard

A Universidade mais antiga do mundo foi criada na cidade de Bolonha, Itália, no ano de 1088. Em seguida, veio a Universidade de Oxford, 1096, na Inglaterra, e depois a Universidade de Paris, 1170. A Universidade mais antiga das Américas é a Universidade de São Marcos, no Peru, criada pelos espanhóis em 1551. O Brasil só viria a ter uma Universidade em 1808, a Faculdade de Medicina da Bahia, criada por Dom João VI. A primeira Universidade fundada nos Estados Unidos da América foi a Universidade de Harvard, em 1636, embora esse nome só tenha sido cunhado em 1936. Localizada em Cambridge, estado de Massachusetts, na região chamada de...

The Supreme Court knocks on your door maio16

The Supreme Court knocks on your door

I am staring at my computer screen – not a paper sheet, as I would like – debating on what to write about, since the number of topics of interests, each on more horrendous than the other, is so immense, that only Shakespeare can help me find the right topic to discuss! What kind of Brazil is this? What kind of people, what kind of public servants are willing to sabotage the progress of a Country on a daily basis? As Horacio said to Hamlet, “But this is wondous strange”. You think, Horacio? Should I instead write about the 10 plagues of Egypt that hit Rio de Janeiro; about the mishaps of our Government; the Brumadinho tragedy; or...

O STF bate à sua porta abr22

O STF bate à sua porta

Estou diante da tela do computador – e não de uma folha de papel, como gostaria – pensando sobre que escrever, já que a quantidade de assuntos disponíveis, cada um mais horroroso que o outro, é tão grande, que só mesmo Shakespeare pode me ajudar a achar o tema certo para discorrer! Que Brasil é esse? Que povo, que homens públicos são esses capazes de sabotar o progresso do país o tempo todo? Como diz Horácio para Hamlet “Mas senhor é tudo tão estranho”. Põe estranho nisso, Horácio!  Devo escrever sobre as dez pragas do Egito que atingem o Rio de Janeiro; sobre as loucuras do novo governo; a tragédia de Brumadinho;...

Os Monstros de Suzano mar14

Os Monstros de Suzano

Ricardo III, Edmundo, Iago e Lady Macbeth são as figuras mais frias e perversas criadas por Shakespeare. Esses quatro personagens já tiveram seus comportamentos vasculhados à exaustão pelos estudiosos, principalmente psicólogos, com o objetivo entender suas mentes criminosas. Todos os quatro apresentam motivações, de certa maneira, diferentes, para cometerem seus crimes. Muito embora a ambição e a inveja parecem ser os maiores motivadores em todos os casos. Iago, o mais maquiavélico e inteligente de todos, é movido por vingança. Iago faz o infeliz Othelo matar a própria esposa, porque este adiou sua promoção a tenente. Ele...