O Direito e a Política ago06

O Direito e a Política

A comunidade jurídica já percebeu que, em um país desavergonhado como o Brasil, o Direito e as Leis estão subordinados à política. Que um político do interior da medieval Alagoas pode revogar uma decisão do Supremo Tribunal Federal. De que parte do senado brasileiro, alguns governadores e parlamentares podem reverter condenações e paralisar qualquer lei e sentença que lhes seja desfavorável. Observemos que os senadores do MDB, processados e condenados, Valdir Raupp, Ivo Cassol, que pertencem ao baixíssimo clero do Senado, não tiveram suas sentenças aplicadas, e que, graças a contorcionismos jurídico-políticos continuam...

Neymar Cai Cai jul14

Neymar Cai Cai

Pobre e infeliz Neymar, seus esforços sobre-humanos para transformar o futebol brasileiro no melhor do mundo estão torturando-o ao ponto de sofrer ataques que quase o mataram na semana passada. Pelo menos, foi isso que disse a Placar, a revista de esportes mais importante do país, sobre aquele que foi eleito o Novo Messias pela crônica esportiva brasileira. O “menino” Neymar foi comparado a Jesus Cristo, e está sofrendo as mesmas dores que o filho de Deus sofreu na cruz. Não satisfeitos em terem transformado Neymar no maior fenômeno de marketing da história, festejando-o muito mais do que Pelé, no passado, muito embora o rapaz...

As Guerras e a Copa do Mundo jul13

As Guerras e a Copa do Mundo

Em vez de campos de batalha, agora temos campos de futebol; em vez de gladiadores, temos jogadores; em vez de empunhar armas, corremos atrás de uma bola, ou mexemos com outros artefatos: seja jogando futebol, voleibol, basquete, correndo, nadando, pedalando, boxeando, e praticando outros esportes. A morte e a violência estão presentes no dia da humanidade, mas o homem não vive mais em guerra permanente como nos séculos passados.   A guerra sempre foi a principal atividade humana. Matar-se uns aos outros era a regra, a lei do mais forte prevalecia e, o guerreiro mais valente era o líder do grupo. Os gregos antigos, que nos legaram...

Sobre Calúnia e Fake News jun25

Sobre Calúnia e Fake News

A  maior Fake News da história foi a chamada Doação de Constantino, um documento forjado, que dizia que o Imperador de Roma Constantino teria dado ao Papa Silvestre, no ano de 315, parte da Itália, e territórios fora dela, para a Igreja Católica. “Doação” que muito contribuiu para o enorme poder e influência que a igreja de Roma teve durante toda a Idade Média. Essa mentira durou mais de mil e cem anos, até que Lourenço Valla, em 1440, provou que o documento era falsificado, causando um pandemônio na Igreja. Um dos perigos que enfrentamos nos dias que correm chama-se Fake News, Notícia Falsa, uma praga que sempre assolou a...

Brasileiros e Troianos jun05

Brasileiros e Troianos

  “Que há de espantoso? Existe, num governo vigilante, uma providência que conhece quase até o último grão de todo o ouro de plutão, que encontra o fundo de golfos incomensuráveis, que toma lugar ao lado do pensamento, e, quase como os deuses, desvela a ideia em seus mudos berços. Há na alma de um Estado uma força misteriosa de que a História jamais ousou ocupar-se e cuja operação sobre-humana é inexprimível pela palavra ou pela pena. Todo intercâmbio que tiveste com Tróia é para nós perfeitamente conhecido…”. A sentença acima foi escrita em 1612 e está na peça Tróilo e Créssida, uma das ultimas...

Os 73 Anos do fim da Segunda Guerra Mundial maio02

Os 73 Anos do fim da Segunda Guerra Mundial

Terça-feira, dia 8 de maio de 2018, a humanidade festeja o fim da Segunda Guerra Mundial — o conflito ainda iria até 14 de agosto no oriente, com os aliados lutando contra o Japão ­— com a rendição incondicional da Alemanha. Durante seis longos anos, mais de cem milhões de soldados combateram num conflito que envolveu os cinco continentes. No final, mais de sessenta milhões de pessoas estavam mortas – não há consenso sobre o número real, que pode chegar a oitenta milhões. Entre os mortos, vinte e sete milhões eram soviéticos. Quem mais sofreu foi a Polônia, que perdeu 15% de sua população. Europa e Ásia estavam...

Bruce Lee, a China e o Brasil fev02

Bruce Lee, a China e o Brasil

Nesses tempos sombrios, em que o Brasil é governado por um bando de sem-vergonhas, por organizações criminosas entranhadas nos três poderes da República, em que a safadeza e a corrupção são imperativos, tudo que escrevermos e dissermos sobre o tema aparenta fraqueza – pois só o povo nas ruas pode calar esses canalhas tratados por excelência –, resolvi escrever sobre outra coisa, sobre alguém, aparentemente, bem distante de tudo isso: vou falar de Bruce Lee. Bruce Lee, isso mesmo! Por que Bruce Lee? Que diabos tem a ver um ator, lutador de kung Fu, que morreu quase meio século atrás, com as mazelas do Brasil, um país...